1 2 3 4

Pai, importante em qualquer lugar do mundo

0 comentários
Boa noite, passageiros (・ε・)ノ おっー!O dia de hoje para nós, brasileiros, é mais que especial! Comemora-se, aqui no Brasil, o Dia dos Pais no segundo domingo de agosto e seu objetivo, pelo menos na essência, é homenagear a figura paterna em nossa vida. Apesar de nem todo mundo possuir um pai, ou porque o perdeu ou nunca o conheceu, e não seja absurdo ele não ser lá um exemplo de moralidade, aqueles que existem e que nos inspiram devem sim ter um dia dedicado a eles. No Brasil, a data chegou pelas mãos do publicitário Sylvio Bhering, sendo comemorada pela primeira vez em 14 de agosto de 1953, Dia de São Joaquim, patriarca da família Bhering. Posteriormente, o Dia dos Pais foi alterado para o segundo domingo de agosto por motivos comerciais (sempre!).

"Bora beber, pai!" é a frase do banner acima, onde aparece a Miho Kanno.

Há várias versões para a origem desse dia, e a mais aceita remonta a Washington há mais de um século. Em 1909, Sonora Louise Smart Dodd queria homenagear seu próprio pai, William Jackson Smart, veterano da Guerra Civil Americana. Homem de grande fibra, Will Smart criou sozinho os seis filhos após o falecimento de sua esposa, em 1898. Orgulhosa por seu pai sustentar toda a família e superar todas as adversidades sempre com a cabeça erguida, Sonora enviou em 1919 uma petição para a criação da data à Associação Ministerial de Spokane, cidade ao norte de Washington. O pedido foi endossado pela Entidade de Jovens Cristãos da cidade e o primeiro Dia dos Pais da História foi comemorado em 19 de junho do mesmo ano, aniversário do pai de Sonora Smart. Outra lenda, um pouco mais obscura, conta que a ideia de presentear os pais surgiu há mais de 4.000 anos, na antiga Babilônia, onde houve o primeiro registro da prática de presentear um pai. Um jovem modelou e esculpiu um cartão para seu pai, desejando sorte, saúde e muitos anos de vida.


O Dia dos Pais no Japão (父の日, Chichi no Hi) se comemora no segundo Domingo de Junho (diferente da maioria dos países, já que quase todos definem esse dia ao seu modo) e tem uma pecualiridade que chama muita atenção. Diferente de nós, os japoneses não dizem "Feliz Dia dos Pais", mas ありがとう, que significa "Obrigada" ou "Obrigada por tudo". Isso acontece porque eles desejam agradecer aos seus pais (e aos outros pais) por tudo o que eles fazem. Trata-se de uma prática que não acontece aqui no Brasil, mas que deveria ser repensada por todos nós. Quantas vezes agradecemos nossos pais por tudo o que fazem por nós? Você já pensou no quanto seu pai, ou qualquer um que ocupe essa posição na sua vida, faz coisas por você que você nem imagina?


O que é comum a todos os Dias dos Pais, desde o Japão até o Brasil passando por todos os países, é o consumismo que se apossou também dessa data. Assim como em outras datas como o Dia das Mães ou o Dia das Crianças, o Dia dos Pais foi tomado pelo comércio e o verdadeiro significado dele é usado apenas como chamariz para atrair mais clientes. Para o comércio "homenageie quem você ama" se transforma em "compre um presente bem caro e dê de presente para o seu pai". As pessoas esquecem que um abraço, um agradecimento, uma possível reconciliação, um dia divertido ao lado de quem se ama, tem muito mais valor e significado que um mero presente genérico comprado numa loja, que só incentiva o consumismo e diminui a capacidade do ser humano de expressar seus sentimentos na essência. Que tal você mesmo fazer um presente? Ou planejar um dia divertido com o seu pai? Pense nisso.


O Expresso Japão retrata o Japão para os brasileiros. Apesar de hoje ser o dia dos pais aqui no Brasil e não no Japão, essa postagem tem como objetivo comparar as datas nos dois países, mostrando as diferenças na comemoração. No segundo domingo de Junho do ano que vem, que é o Dia dos Pais no Japão, faremos uma postagem especial só para esse dia. Aguardem!

Desejo um Feliz dos Pais a todos que estão no Brasil para comemorá-lo, e lembre-se, para homenagear seu pai não tem data: faça-o todos os dias!

Kissu ・△・)ノ バイバイ

0 comentários:

Postar um comentário