1 2 3 4

Público-alvo, gêneros e temas dos mangás

0 comentários
Weeee're baaaaack, readers!! (ノ ` ∀´)ノ Hahahaha... Aproveitaram para comer e beber enquanto esperavam? Agora satisfeitos, vamos viajar para mais uma aventura!

O conteúdo dessa postagem está focado nos mangás, mas a maioria das definições abaixo também são válidas aos animes. Essa postagem pode servir como guia para todos por descrever sem ambiguidade, então serei muito prática.

<`∀´> Por favor, acompanhem-me!


O público consumidor dos quadrinhos japoneses muda ao longo da sua extensa história. Anteriormente a serviço dos monges budistas, passaram desempenhar um papel importante na construção artística literária para demonstrar a cultura japonesa no século XX. Assim como serviu para propaganda na II Guerra Mundial.

Toda a sociedade japonesa é insaciável quando se trata de literatura e arte, portanto se nota a grande quantidade de mangás vendidos até mesmo para as crianças.
Enquanto nos EUA e boa parte da Europa a literatura é classificada simplesmente por conteúdos infanto-juvenil, adolescência e adulto, no Japão vê-se que a faixa-etária se divide de modo diferente para contentar a todos os gostos.

Público-Alvo

Kodomo:
Para crianças. Possuem histórias fechadas ou com arcos muito curtos, com narrativas simples e dificilmente mostram personagens em estados de calamidade. Contém muito material dedicado à alfabetização e à ciência simples.

Shojo:
Para garotas, normalmente comédias românticas que envolvem garotas da mesma idade do público-alvo (13 ~ 18 anos).

Shonen:
Para garotos, porém pode interessar qualquer gênero e faixa-etária. Características mais comuns são enredos humorísticos e de ação.

Josei ou Redikomi:
Para mulheres adultas. Apresenta a vida do cotidiano de forma mais realista, contendo traços mais sombrios. Pode conter cenas explícitas de sexo sem que sejam consideradas pornográficas.

Seinen:
Para homens entre 20 e 40 anos. Trata de assuntos mais maduros, podendo conter cenas com implicação ao sexo e violência. Mangás seinens contém kanjis de níveis universitários também.

Existem ainda:

Redisu (レディース, Lady's): Para as mulheres adultas;
Seijin (成人): Para os homens adultos.

Mas careço de informações para identificá-los realmente. E como no Brasil não costumamos divisar o público-alvo do mesmo modo japonês, há leitores homens de shoujo e leitoras de seinen (Como é o caso da vossa bilheteira. rs).
 
Gêneros

Mecha:
Caracterizados por robôs gigantes ou naves espaciais; ambos de guerra ou de combate, controlados por um piloto ou controlador, cujos principais oponentes são monstros gigantes ou outras mechas. Normalmente são histórias de ficção científica.

Maho shojo:
Caracteriza-se por garotas com poderes mágicos, como feiticeiras, bruxas e etc.

Shōnen-ai:
Retrata relações amorosas leves entre personagens masculinos, sem atos sexuais. Mas que às vezes é apenas uma amizade forte entre homens.

Shōjo-ai:
O mesmo que Shōnen-ai, porém representa um romance entre mulheres.

Loli-con:
Abreviatura de Loli Complex, Complexo de Lolita. No Japão designa pedofilia. No Ocidente, geralmente é usada para descrever animes e mangás que retratam meninas de 5 a 17 anos em situações sexuais e nudez.

Shotakon:
O mesmo que Loli-con, porém com personagens masculinos.

Yaoi:
Relações homossexuais masculinas e geralmente tem o público-alvo feminino. Yaoi é um termo utilizado mais no ocidente, no Japão costumam usar ‘Boys Love’ ou simplesmente ‘BL’.

Yuri:
Relações amorosas entre mulheres, com conteúdo mais explícito que Shoujo-ai.
   ∟Yuri Orange: uma subcategoria de yuri que possui conteúdo explícito e pornográfico.

Gender Bender:
Meninas que se vestem como rapazes e vice-versa, ocorrendo transformação total ou parcial.
   ∟Crossdressing Shota: subcategoria de G.B, em que o rapaz homossexual se veste de mulher e é seduzido por mulher ou homem mais velhos.

Ecchi:
Possuem leve semelhança ao hentai, só que com teor mais leve. A diferença está no nudismo parcial, onde a personagem não se despe totalmente e não há relações sexuais.

As categorias seguintes explicam os animes e mangás com conteúdo sexual explícito.
Hentai:
“Tarado” ou “pervertido” em japonês. Hentai é um termo usado para descrever animes e mangás, também jogos, que contenham cenas de sexo explícito.

Futanari:
Personagens hermafroditas. O mangá futanari tem seu correlato no Ocidente, com as "dick girls"; meninas que possuem tanto o órgão feminino quanto o masculino, normalmente mostrado descomunal ou de proporções exageradas.

Guro:
O termo pode ser traduzido como grotesco, ou pode ser adaptado muito de perto ao splatter. Mostra cenas e situações de extrema violência (Sangue e morte, eviscerações, dissecações, tortura e etc.) e humilhação humana, principal e essencialmente feminina. Suas subcategorias são:
   ∟Guro-ero: tripas eróticas.
   ∟Guro-fecal: tripas com fezes e urina.
   ∟Guro-loli: crianças estripadas.

Shokushu:
Também chamado de Tentacle ou Tentacuro, este mangá mostra monstros ou alienígenas especialistas em sexo.

Outros gêneros

Gekiga:
Designa literalmente "imagens e situações dramáticas" dos anos 1960-70 com traços fortes, voltado ao público mais adulto da época, que envolve tramas psicológicas, vingança, violência, drogas, guerras, máfia, corrupção e etc.

Harem:
Envolve um personagem masculino e muitas personagens femininas (geralmente atraídas pelo personagem principal da história).
   ∟Reverse Harem: ocorre a inversão das personagens, em que há atração de muitos personagens masculinos por uma feminina.

Jidaimono:
Mangá histórico.

Kemono ou Furries:
Personagens que são animais a agir como humanos. Ou vice-versa.
   ∟Kemono-No-Neko ou Nekomimi: mangás em que as personagens femininas são metade gato.

Moé (Maho Kanojo):
Trata sobre um sentimento ou um gosto fetichista por uma personagem, “namorada mágica".

Nekketsu:
“Sangue ardente", shonens com protagonistas heróis que defendem valores tradicionais como a coragem, a amizade e a superação pessoal.

Shitei:
Mangá humorístico.

Slice of Life:
Representa o dia-a-dia de uma personagem ou um grupo de personagens, onde ocorrem atribulações, desafios ou eventos semelhante à vida real. Pode tratar também de problemas sociais, como bullying, e distúrbios físicos ou psicológicos.

Smut:
Mangá ou anime josei com conteúdo obsceno e cenas de sexo.

Suiri:
Mangá ou anime policial sobre assassinatos.

Yonkoma:
Mangá em quatro quadros (equivalente ao comic strip), habitualmente humorísticos.


Temas mais comuns

Ação, Aventura e Luta (Fighting):
Contém cenas de luta, situações perigosas e arriscadas, explorações de locais, passagens por trajetos perigosos e mostra, geralmente, uma realidade em que impõem a ação.

Artes Marciais:
Contém qualquer uma das várias artes de combate ou de auto-defesa, como o Aikido, Karatê, Judô, Tae Kwon Do, Kendô, Esgrima, e assim por diante.

Comédia:
Contém cenas hilárias e situações cômicas; geralmente com piadas.

Drama (Tragédia):
O completo oposto da comédia, mangá que contém cenas trágicas e tristes, onde os personagens sofrem sentimentalmente.

Esportes:
Retrata a vida de pessoas relacionadas a algum esporte. Como esportes radicais, Baseball, Basketball, Hockey, Futebol, Golfe, Corrida e entre outros.

Ficção Científica (Sci-Fi):
Envolve torções na tecnologia e fenômenos com outras ciências relacionadas, como a Alquimia.

Fantasia:
Contém cenas de ficção científica, podendo ter realidade alternativa ou não, que envolvem mutação, experiências científicas, viagens espaciais ou dimensionais. Envolve o mundo dos sonhos ou dos contos de fada.

Misticismo (Supernatural):
Geralmente implica poderes incríveis e inexplicáveis ou eventos que desafiam as leis da física, contendo cenas de magia, espiritismo e afins. Geralmente contém assombrações, zumbis, vampiros e outras criaturas do submundo.

Mistério:
Contém cenas de suspense.

Psicológico:
Lida com a filosofia de um estado de espírito, na maioria dos casos detalhando psicologia anormal. Pode beirar à sinestesia e psicodelia também.

Romance:
Contém cenas românticas, mostrando a união de casais. Pode ser dramático também.

Terror e Horror:
Provoca sensações dolorosas inspiradas em situações terríveis ou chocantes.

Observações e Pseudo-Bibliografia

- Mangá, Nihongo Brasil.
- Gekigá | Glossário, Aino Scanlations.
- Gekigá, Wikipédia, a enciclopédia livre.

Há vários outros sites, mas infelizmente não me recordo. Perdoem esta bilheteira negligente.(´ Д`)

Mas de qualquer forma, agradeço muitíssimo por embarcarem no Expresso comigo. Lembrem-se de comentar sugestões, reclamações e o que quiserem a respeito do Universo Deka! Ciao~ ( ´∀`)ノ

0 comentários:

Postar um comentário